A decoração de ambientes exige cuidados com diversos detalhes. E, definitivamente, o conjunto deles é responsável por um visual final bonito e harmônico. Um desses detalhes é o tapete, seja para sala, home office, home theater ou outros cômodos da casa.

Sem dúvidas, na hora de escolher a peça certa, o primeiro aspecto a ser avaliado é o tamanho do ambiente. Ao definir as suas medidas, deve-se lembrar que o tapete influencia na sensação de amplitude. Já em relação à textura, os modelos mais peludos são indicados para cômodos que pedem aconchego, como sala de estar e home theater.

Profissionais recomendam que, em ambientes maiores, os tapetes “entrem” embaixo do sofá, mas sem chegar aos “pés” de trás da peça. Enquanto em espaços menores, é melhor evitar que eles fiquem embaixo de sofás e poltronas, sendo o mais indicado garantir uma margem de distância de cerca de 5 cm (entre os móveis e o tapete).

Quanto ao formato, as opções mais comuns são quadrados, redondos, ovais e retangulares. Mas para não ter erro, aconselha-se o uso dos retangulares. Em relação às cores, peças lisas em tons neutros são mais “seguras”, já que não saem de moda. Estampas e cores vibrantes são bem-vindas, porém pedem mais cuidado na hora da escolha, por exemplo, tapetes listrados podem dar a impressão de que o ambiente é mais estreito ou mais largo.

Fotos: Reprodução
tapete 1

tapete 2

tapete 3

tapete 4