Ao optar por um projeto de marcenaria personalizado, é fundamental buscar empresas de know-how, que trabalhem com profissionais qualificados e materiais de qualidade; e que sobretudo prezem por um bom atendimento ao cliente, tanto na venda como na pós-venda.

Claro que a pesquisa de preços deve ser feita, mas lembre-se que diferenças “gritantes” podem ser um alerta do que virá pela frente. Por isso, tome cuidado, afinal, o barato pode sair caro. Confira abaixo 5 coisas, no mínimo, irritantes que você pode se deparar, caso contrate uma empresa descomprometida.

1. Atraso – Não é muito difícil encontrar empresas que passam uma data e acabam finalizando a instalação da marcenaria em semanas ou até mesmo meses depois. Fique de olho! Fazer contato com clientes antigos pode ser uma forma de verificar a pontualidade da empresa.

2. Diferenças entre o que foi pedido e o que foi entregue – Pequenas mudanças nos materiais utilizados podem influenciar diretamente no preço de produção dos armários, garantindo uma maior margem de lucro para a empresa. Por isso, peça uma lista do que você pediu/encomendou, por exemplo, tipo de revestimento, modelo de puxadores etc.

3. Instalação inadequada – A marcenaria personalizada permite que os armários se encaixem perfeitamente ao ambiente. Logo, vãos são resultados de projetos mal feitos, provavelmente, originados de medições equivocadas.

4. Dificuldade de acesso/uso dos armários – Praticidade é uma das principais características da marcenaria personalizada. Com isso, bancadas muito baixas ou muito altas e portas que dificultam a abertura de gavetas são apenas alguns exemplos que mostram como um projeto mal planejado pode tornar o dia a dia mais difícil.

5. Falta de diálogo e transparência – A empresa contratada para fazer a marcenaria deve estar sempre disposta a esclarecer as dúvidas de seus clientes. Em geral, antes da compra, a conversa é aberta, porém, nem todas as empresas mantém essa mesma postura no pós-venda.

Imagem: Reprodução